sábado, 5 de dezembro de 2009

Didática e Sociedade: o conteúdo implícito no ato de ensinar. Olga Teixeira Damis.

A autora trata do "como ensinar" do ponto de vista da relação sociedade - educação.
A prática pedagógica que ocorre no interior da sala de aula entre o professor e o aluno para a transmissão-assimilação de um saber científico, através de determinados meios e procedimentos, não é “neutra”.A “não-neutralidade” da prática pedagógica evidencia a relação entre o caráter social-individual da educação escolar e a prática escolar é voltada para o desenvolvimento e a preparação do aluno.
Sociedade e teorias de ensino : O pensamento pedagógico de Comênio como expressão das transformações econômicas, políticas e ideológicas ocorridas no interior da sociedade feudal; Uma nova proposta de "Didática" que questionou os conhecimentos, os valores e as habilidades necessários à vida humana, assim como também questionou a sociedade, em fase de superação, e propôs a transformação da escola e do ensino.
A relação conteúdo- forma do ato de ensinar: Ao analizar a sociedade capitalista, Marx leva em conta as relações existentes entre o estágio de desenvolvimento das forças produtivas e as formas de organização da sociedade, entre o desenvolvimento dos meios materiais de produção e o desenvolvimento histórico da sociedade.
O objeto da "didática" (o “como ensinar”) transmite explícita e implicitamente uma visão de mundo, através de como é organizado, desenvolvido, e avaliado o ensino do saber escolar. Sendo assim, a didática pode contribuir para desenvolver uma compreensão crítica da arte de ensinar na medida em que for trabalhada do ponto de vista da relação conteúdo-forma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário